Velocidade.pt News Internet lento: 8 causas mais comuns e como resolvê-las

Internet lento: 8 causas mais comuns e como resolvê-las

Está sofrendo com a lentidão da internet? Vamos guiá-lo através das oito causas mais comuns e oferecer dicas para resolver cada uma delas, acelerando sua conexão com a internet com facilidade.

Internet lento: 8 causas mais comuns e como resolvê-las

Você está enfrentando problemas com uma internet lenta e não sabe o que fazer? Quase todos, de vez em quando, enfrentam interrupções ou lentidão, independentemente do tipo de conexão ou provedor. A identificação da causa pode ser muitas vezes complicada, especialmente para usuários menos experientes em tecnologia.

É por isso que escrevemos um guia sobre as oito causas mais comuns de uma internet lenta para você. Vamos ver como você pode aumentar facilmente a velocidade da internet e alcançar uma conexão mais estável.

1. Sobrecarga da sua rede doméstica

A maioria dos usuários culpa imediatamente o provedor por uma internet lenta, muitas vezes injustamente. Especialmente em casas grandes, os problemas podem surgir devido à sobrecarga da rede própria. Isso leva imediatamente à redução da velocidade da conexão, que pode não ser suficiente para atividades online exigentes, como videochamadas, streaming de serviços ou jogos.

Se você sabe que vários dispositivos estão conectados à sua rede, ou que um número maior de usuários a utiliza, há várias medidas que você pode tomar. Vamos detalhar todas abaixo.

Configuração de QoS para priorização de atividades

Muitos roteadores oferecem a função Quality of Service (QoS), que permite ajustar as configurações de uso da rede. Em resumo, o usuário pode definir por si só quais dados a rede deve priorizar. Essa função é ideal especialmente para atividades que utilizam grande largura de banda, como videochamadas, downloads de aplicativos ou streaming de jogos.

Para uma melhor compreensão, vamos mostrar tudo com um exemplo simples:

Imagine que você atribuiu prioridade a videochamadas usando essa função. Durante o trabalho no computador, você se conecta a uma chamada de trabalho enquanto procura informações no buscador. A rede separará o máximo de dados para a videochamada, que deve ocorrer suavemente. Já a pesquisa na internet terá a velocidade de conexão consideravelmente reduzida, o que resultará em uma lerdeza no carregamento das páginas da web.

Crie uma rede de convidados para visitas

Se receber visitas, você provavelmente oferecerá a possibilidade de se conectar à sua rede. Nesse caso, é melhor criar uma rede separada destinada apenas para os visitantes. Eles não poderão usar toda a largura de banda nem visitar sites perigosos. Além de uma possível lentidão na internet, isso evitará qualquer ameaça em forma de malware ou outros riscos.

Desconecte dispositivos inativos

Talvez você tenha dispositivos conectados à rede que não usa mais ativamente. Notebooks antigos, telefones móveis ou tablets podem, de tempos em tempos, iniciar atualizações automáticas de aplicativos e programas, o que logicamente reduz a velocidade da internet. Além disso, verifique se o seu roteador não tem um número limitado de dispositivos conectados.

Planeje tarefas pesadas com antecedência

Se, apesar de todos os esforços, você não conseguiu descobrir como acelerar a internet, talvez seja necessário se adaptar um pouco à velocidade da conexão. Uma boa estratégia é planejar tarefas pesadas com antecedência. Se você sabe que seu dispositivo precisa de atualização ou quer baixar um aplicativo, planeje isso para a noite ou em um momento em que a maioria dos membros da casa não está em casa.

2. Sobrecarga da rede do provedor

Assim como na sua rede doméstica, pode ocorrer sobrecarga também no seu provedor de internet. Nesse caso, infelizmente, não há nada que você possa fazer além de esperar que a situação seja resolvida. Caso contrário, você pode contatar o provedor e informá-lo sobre a condição da sua conexão. Antes disso, você pode fazer sua própria medição da conexão e confrontar o provedor com valores reais.

Um problema comum é a internet lenta via cabo, que é muito suscetível ao número de dispositivos conectados na área. Esse fenômeno também pode ser encontrado na internet sem fio, principalmente em áreas densamente povoadas ou em regiões remotas com sinal fraco, onde mesmo alguns aparelhos conectados podem reduzir consideravelmente a velocidade da internet.

Você pode observar interrupções principalmente à noite, quando as pessoas voltam do trabalho. Se a lentidão for regular, é provável que ocorra uma sobrecarga da rede. A única solução possível é planejar tarefas mais pesadas em horários de menor uso da rede.

3. Excedendo o limite máximo de dados

Alguns provedores podem estabelecer um limite máximo de dados em seus planos. Isso é mais comum na internet móvel ou via satélite. Após o limite ser atingido, a conexão pode ser totalmente interrompida ou significativamente reduzida.

Esteja atento à renovação automática, que pode sair muito cara após um período prolongado de uso. É melhor verificar os termos do plano que você usa e explorar alternativas disponíveis que atendam às suas necessidades e sejam vantajosas em termos de preço.

4. Sinal Wi-Fi fraco

Algumas casas enfrentam um sinal Wi-Fi fraco devido à insuficiente cobertura de sinal no local, ao tamanho da área residencial ou a obstáculos entre o roteador e o dispositivo de destino. Se você não mora em apenas dois cômodos, provavelmente será incomodado por uma internet lenta via Wi-Fi em outras partes da casa, especialmente no andar de cima ou no jardim.

Felizmente, já existem várias soluções técnicas que permitem aumentar o alcance do sinal Wi-Fi em até várias dezenas de metros. Você pode escolher, por exemplo:

  • Extensor – capta o sinal Wi-Fi existente do seu roteador e o retransmite, aumentando assim o alcance do sinal. No entanto, como esse processo é bastante exigente, a velocidade da conexão é reduzida durante esse tempo.
  • Sistema Mesh Wi-Fi – consiste em um roteador e módulos ou nós satelitais colocados em toda a casa. Todos os dispositivos se comunicam entre si, criando uma rede no território delimitado. São ideais especialmente para casas grandes com vários andares.
  • Roteador mais potente – se você já possui um roteador há algum tempo, é possível que ele esteja causando a internet Wi-Fi lenta. O padrão comum atualmente são roteadores que suportam Wi-Fi 6, que podem influenciar significativamente a velocidade da conexão.
  • Adaptadores Powerline – utilizam a rede elétrica existente na sua casa para transmitir dados. Um adaptador se conecta ao seu roteador e o outro é inserido na tomada na área onde é necessário expandir a cobertura. Alguns adaptadores também têm um extensor Wi-Fi embutido.

O problema pode estar na má localização do roteador, o que é especialmente importante na internet sem fio. Nesse caso, você pode usar antenas adicionais, que ajudam a aumentar a qualidade do sinal recebido. A instalação pode ser um pouco mais desafiadora, pois é necessário instalar as antenas no alto da fachada da casa ou diretamente no telhado (em alguns casos, basta fixá-las no sótão).

5. Alta latência

Nesse caso, não podemos agradar os menos conhecedores de tecnologia, que já se perdem nos próprios tipos de conexão e em outras questões técnicas. Além disso, a latência desempenha um papel importante na velocidade da conexão à internet.

Em resumo, a latência representa o tempo necessário para transmitir dados do seu dispositivo para o servidor correspondente. Se você deseja que sua conexão seja rápida e fluida, é necessário também uma baixa latência.

Pelo contrário, uma alta latência leva à redução da velocidade de conexão, quedas ou travamentos, que são especialmente problemáticos durante jogos ou videochamadas. Vários fatores influenciam a latência total, que podem ser controlados apenas em alguns casos.

Isso inclui principalmente o tipo de conexão, a distância entre o dispositivo de destino e o servidor, a qualidade do dispositivo ou a sobrecarga da rede. Em termos de tipo de conexão, a internet via satélite é pior, pois geralmente possui alta latência. Em contrapartida, a internet de fibra óptica oferece a menor latência, mas está disponível apenas em áreas urbanas.

Embora possa não parecer à primeira vista, a latência está entre os problemas que não podem ser resolvidos em poucos minutos. Como já mencionado, vários fatores a influenciam, que não podem ser facilmente identificados. Se você ainda não quiser desistir, pode tentar os seguintes passos:

  • tente reiniciar o roteador
  • otimize as configurações do QoS
  • reduza o número de dispositivos conectados
  • optar por uma conexão cabeada em vez de sem fio
  • experimentar outro tipo de conexão à internet (satelital, sem fio, cabo, DSL ou fibra óptica).

6. Dispositivo lento ou desatualizado

O problema pode não estar imediatamente na conexão à internet. Em muitos casos, a causa do carregamento lento pode ser o fato de que seu dispositivo está desatualizado. E não estamos falando apenas da idade real do seu notebook ou celular, mas também da atualidade do software.

Se você comprou seu dispositivo recentemente, verifique se há atualizações disponíveis para ele. A lentidão pode ocorrer também devido ao sobrecarregamento do dispositivo, que tem que realizar várias tarefas ao mesmo tempo. Portanto, tente primeiro desligá-lo ou reiniciá-lo. Atenção especial deve ser dada a abrir várias aplicações ou páginas ao mesmo tempo.

Nos navegadores, você pode tentar limpar cookies ou todo o histórico de navegação. Finalmente, verifique se o dispositivo não foi infectado por um vírus ou malware. Para garantir, execute uma verificação com o antivírus e, se encontrar quaisquer arquivos infectados, remova-os imediatamente.

7. Plano de internet muito lento

Um dos problemas comuns é a escolha do plano errado. Os provedores geralmente oferecem várias opções de planos que diferem principalmente na velocidade da conexão. Antes de decidir mudar o plano escolhido, verifique a velocidade real da conexão. Você pode facilmente medir isso usando nossa ferramenta online, que realiza a medição da velocidade em alguns minutos.

Se a velocidade corresponder ao plano escolhido, há uma grande chance de que uma opção mais rápida esteja disponível para você. Caso contrário, é possível que você esteja em uma área com cobertura de sinal insuficiente. Nesse caso, a velocidade da internet será significativamente afetada, especialmente se você usar vários dispositivos ao mesmo tempo em casa.

Em uma casa onde várias pessoas transmitem vídeos em qualidade HD ao mesmo tempo, você precisará de uma conexão com velocidade mínima de 15 a 30 Mbit/s. Por outro lado, casas grandes com entusiastas de jogos online ou pessoas que usam a internet 24/7 precisarão de um calibre um pouco maior, em torno de 100 Mbit/s.

8. Tipo inadequado de conexão à internet

Normalmente, você pode encontrar vários tipos de conexões à internet. Os habitantes das cidades e arredores estão na melhor situação, podendo escolher entre uma ampla gama de ofertas, tanto em termos de tipos de conexão quanto de provedores.

A situação é um pouco pior para pessoas que vivem em áreas rurais ou locais remotos, onde geralmente estão disponíveis formas menos eficazes de conexão. Os tipos mais comuns são conexões DSL, internet por satélite ou sem fio. Felizmente, muitos provedores estão se esforçando para melhorar seus serviços e expandir a cobertura e a qualidade da rede.

Para maior clareza, vamos examinar na tabela a seguir o que cada tipo de conexão pode oferecer.

Tipo de conexão

Vantagens

Desvantagens

Velocidade média

Disponibilidade

DSL

  • Altamente estável
  • Disponível quase em todos os lugares
  • Mais barato
  • Velocidade de download e upload mais baixa
  • A velocidade pode diminuir com a distância

1 a 100 Mbit/s

Cidades, áreas suburbanas e locais remotos

Cabo

  • Velocidade mais alta que DSL
  • Estável
  • Mais caro
  • Qualidade de sinal pior com alta utilização

5 a 500 Mbit/s

Principalmente áreas metropolitanas e suburbanas

Internet de fibra ótica

  • Velocidades extremamente altas
  • Mesma velocidade de download e upload
  • Alta estabilidade
  • Não está disponível em todos os lugares
  • Planos geralmente mais caros

250 a 1.000 Mbit/s

Principalmente grandes cidades e arredores

Internet por satélite

  • Alta disponibilidade
  • Maior latência
  • Velocidade mais baixa
  • Levemente afetado pelo clima

3 a 100 Mbit/s

Principalmente em áreas rurais e remotas

Internet sem fio (LTE,4G)

  • Portátil
  • Maior disponibilidade
  • Fácil de instalar
  • Planos vantajosos
  • Menos estável
  • Qualidade de sinal pior em clima ruim

2 a 50 Mbit/s

Quase todo o território (qualidade de sinal menor em áreas remotas)

Internet sem fio 5G

  • Velocidades extremamente altas
  • Baixa latência
  • Portátil
  • Não está disponível em todos os lugares
  • Requer novos dispositivos compatíveis com 5G

50 a 300 Mbit/s

(na maior parte do território atinge velocidade máxima de 100 Mbit/s)

Em áreas urbanas e algumas áreas suburbanas

Como você pôde ver, há várias causas para uma internet lenta. Identificá-las pode ser um pouco desafiador, mas com um pouco de paciência, você certamente conseguirá descobrir a sua. Se não tem certeza da velocidade da sua internet, pode usar nossa ferramenta online para medir a velocidade. Em um instante, você descobrirá se a qualidade da conexão corresponde ao seu plano ou se há redução de velocidade ao longo do dia.

Com certeza você já concordou com o uso de arquivos cookies em muitos sites. Mas você sabe para que realmente são usados e como funcionam? Escrevemos um artigo com as informações básicas sobre cookies.

A Internet das Coisas é um dos fenômenos atuais no campo da TI e internet. Leia como utilizar a Internet das Coisas (IoT) em sua casa e no que prestar atenção ao usá-la.

Quando você tem uma conexão rápida, mas a velocidade oscila significativamente, provavelmente há algo errado. Onde começar a procurar é a questão. Basicamente, a primeira coisa que você deve fazer é verificar se a conexão realmente oferece a velocidade que você contratou com o provedor no contrato. Muitos aplicativos em execução também podem causar problemas; é necessário verificar e deixar apenas aqueles que você realmente utiliza no momento. Depois, verifique a agregação e inspecione o roteador.

O uso de switches (comutadores de rede) é atualmente uma prerrogativa principalmente das redes empresariais, mas eles também têm seu lugar nas redes domésticas. No mercado, você encontrará switches em várias categorias de preço, que diferem em parâmetros e funções adicionais. Em quais parâmetros devemos prestar atenção e como escolher um novo switch? Exatamente essa questão será abordada nas linhas a seguir.

Com suas atualizações mais recentes de algoritmos e integração de IA, o Google está mais uma vez abalando a internet. Enquanto promete melhores resultados de pesquisa, muitos criadores de conteúdo estão preocupados com o futuro dos sites menores. A integração de IA é uma salvação ou um desastre? E como afetará a maneira como consumimos informações online?

Proteja seus dados na internet com nossas 9 regras de segurança online. Aprenda a criar uma senha forte, ativar a verificação em duas etapas e usar o internet banking de forma segura. Descubra por que é importante atualizar o software e por que você deve prestar atenção aos sites que visita. Com o nosso guia, você não será um alvo fácil para hackers.